Peru clássico: roteiro e custos detalhados de uma viagem de 10 dias a Lima, Cusco e Machu Picchu

Roteiro detalhado com dicas, sites e todos os valores de uma viagem de 10 dias ao Peru em setembro de 2013.

Notem que este está longe de ser o roteiro perfeito. Como todas as viagens que eu faço (até agora!) ele é cheio de falhas e faltou muita coisa que dava pra ser feita. Divido com vocês apenas para que tenham uma noção de quanto custa mais ou menos uma viagem simples e rápida a Machu Picchu (com um pulinho em Lima).

Plaza Mayor - Cusco, Peru

Plaza Mayor – Cusco, Peru [Licensed under Creative Commons]

Gastos antes da viagem

Passagens aéreas: R$ 724,00 (promoção)
LAN/TAM = Rio de Janeiro X Lima / Lima X Cusco / Cusco X Rio de Janeiro
Compradas com 4 meses de antecedência, parcelado em 5x pela Decolar.com.

Ingresso para Machu Picchu + Huayna Picchu: R$ 145,00
S./ 156,00 comprado com um mês de antecedência pelo www.machupicchu.gob.pe

Passagem de trem ida e volta de Ollantaytambo para Aguas Calientes pela Peru Rail: R$ 257,04
US$ 52 ida e US$ 56 a volta, trem Expedition, comprado com um mês de antecedência.

Dinheiro levado em mãos: R$ 2.000,00*
Para custear hospedagens, transporte, passeios, entradas, alimentação e qualquer despesa extra.
*Nesta época enfrentávamos uma altíssima do dólar, que bateu os R$ 2,40 bem nos dias da viagem. Neste caso, levar apenas reais era mais vantajoso.

Roteiro

1º dia: madrugada do dia 31/8 para 1/9, Sábado – Lima
Chegamos a Lima já era mais de meia-noite. O taxista nos cobrou S./70 até Miraflores. A corrida vale no máximo 55 ou 60 por ser de madrugada. Durante o dia não mais que 50.
Valor do câmbio no aeroporto em todas as casas: R$ 1,00 = S./ 0,95 (real em desvantagem)
Troque apenas o suficiente para pagar o táxi até o seu destino e no dia seguinte troque seu dinheiro no Banco de La Nación (R$ 1,00 = S./ 1,10).
Troquei R$ 1.000 no aeroporto = S./ 950,00 – Péssimo negócio.

2º dia: 01/09, Domingo – Lima
Huaca Pucllana – S./ 12,00
Almoço no Burger King – S./ 16,00
Táxi de Miraflores para o Centro Histórico – S./ 15,00
Plaza Mayor
Monastério de São Francisco – S./ 7,00
Táxi do Centro Histórico para o Parque de La Reserva – S./ 15,00
Parque de La Reserva – S./ 4,00
Táxi do Parque de La Reserva para Miraflores – S./ 15,00
Jantar – S./ 15,00
Total: S./ 99,00

3º dia: 02/09, Segunda-feira – Lima
Troquei R$ 1.000,00 no Banco de La Nácion de Miraflores = S./ 2.200,00
Táxi de Miraflores para o Centro Histórico – S./ 15,00
Museo de La Inquisición
El Congreso
Almoço – S./10,00
Museo de La Nación
Plaza San Martín
Táxi da Plaza San Martín até o Shopping Lancomar (Miraflores) – S./ 15,00
Lanche no Burguer King do shopping – S./ 16,00
Dois drinks no pub do hotel – S./ 24,00
Total: S./ 80,00

4º dia: 03/09, Terça-feira – Lima/Cusco
Check-out do Hostel Pariwana – S./ 115 o quarto duplo privado com banheiro. Três diárias dividido por dois = S./ 172,50 para cada.
Táxi para o aeroporto – S./ 50,00
Táxi do aeroporto de Cusco para o centro histórico – S./ 15,00 (de 6 a 10 soles é o máximo)
Almoço – S./ 12,00
Jantar – S./ 10,00
*Os valores de Cusco para transporte, alimentação e compras são bem mais em conta que em Lima.

Passeios contratados*:
City Tour (1º dia), Valle Sur (2º dia), Salineras de Maras e Moray (3º dia) e Valle Sagrado (4º dia) com almoço buffet incluído – S./ 130,00 (com desconto)
* Todos os passeios comprados juntos numa mesma agência. Separados e sem desconto seriam S./ 155,00
Boleto Turístico de Cusco – S./ 130,00
Machu Picchu: Ônibus de subida e descida, guia de 2h e ônibus de Ollantaytambo para Cusco – S./ 110,00 (dispensável)

5º dia: 04/09, Quarta-feira – City Tour
Qoricancha – S./ 10,00
Almoço – S./ 12,00
Check-out do Hostel Loki – S./ 100 quarto privado triplo com banheiro. Uma diária dividido por 3 = S./ 33,33

6º dia: 05/09, Quinta-feira – Valle Sur
Almoço (lomo saltado) – S./ 30,00 (nos demos ao luxo de comer num restaurante mais caro, come-se muito bem em Cusco por bem menos que isso)
Capela Sixtina – S./ 10,00 (dispensável)
Jantar no McDonald’s – S./ 16,00

7º dia: 06/09, Sexta-feira – Maras y Moray
Salineras de Maras – S./ 5,00
Almoço – S./ 12,00
Jantar – S./ 10,00

8º dia: 07/09, Sábado – Valle Sagrado
Check-out do Hostel Conde Meloc (não tem site) – S./ 105 o quarto privado triplo com banheiro. Três diárias dividido por 3 = S./ 105
Jantar – S./ 12,00

9º dia: 08/09, Domingo – Machu Picchu
Check-out Hotel El Místico – S./ 135 quarto privado triplo com banheiro. Uma diária dividido por 3 = S./ 45
Almoço e jantar – Um pacote de pão de fôrma, queijo e manteiga – S./ 30 – dividido por 3 = S./ 10

10º dia: 09/09, Segunda-feira, dia livre em Cusco
Museo de Choco
Museo Historico Regional
Almoço (Ají de Galina) – S./15,00
Jantar – S./ 12,00
Drinks no Mama Africa – S./ 30
Táxi para o aeroporto – S./ 10,00

Dicas Para Economizar

Câmbio – Se você levar reais troque apenas no Banco de La Nación. Eles não cobram taxa/comissão e o dinheiro vem inteirinho, além disso é a melhor cotação. Fuja das casas de câmbio do aeroporto! Troque apenas o que você precisar para pegar o táxi até o hotel, pois nas cotações delas o real está em desvantagem, portanto você vai perder dinheiro. Uma dica legal, caso você passe pelo aeroporto de Guarulhos, é trocar essa primeira parte do dinheiro no Banco Safra. Lá a cotação estava boa (à época) R$ 1,00 = S./ 1,07. Assim você não perde nem um centavo para as casas de câmbio.
ATENÇÃO: Nem todas as agências do Banco de La Nación trocam reais, há uma lista no site deles com o endereço de todas as agências que trocam.
Não posso ajudar quanto a câmbio de dólar, pois fiz tudo com reais.

Ao sair do aeroporto de Lima, atravesse as ruas e pegue táxi lá fora. Evite os taxistas que te abordam na porta. O mesmo vale para o aeroporto de Cusco, saia do aeroporto e busque um táxi na rua. A diferença de valor é bem grande (como vocês puderam perceber lá em cima).

Táxi no Peru não tem taxímetro, é tudo na base da negociação, portanto não entre num táxi sem pechinchar. As corridas lá são muito baratas (em Cusco mais ainda) então desconfiem se cobrarem um pouco mais caro. É muito fácil saber quanto custo uma corrida de um lugar a outro, no nosso hostel em Lima havia uma filipeta com vários destinos e valor aproximado.

Em Cusco pesquise os passeios no máximo de agências que você puder. Todos são praticamente iguais, mostre que você está pesquisando, pechince, nunca feche de primeira. O Peru é um lugar muito aberto a negociação. No nosso caso, fechar com um mesma agência todos os passeios saiu bem mais barato. Evite as agências mais próximas da Plaza Mayor, busque as das ruas transversais. O mesmo vale para compras e comida, quando mais afastado, melhor o preço.

Não contrate com agência o traslado de Ollantaytambo para Cusco, não vale a pena. Assim que você sair do trem dezenas de pessoas vão te abordar, independente do horário. Avalie o melhor valor X carro em melhores condições e embarque.

Compre o bilhete do ônibus de subida e descida para Machu Picchu com agência apenas se não te cobrarem taxa alguma (pesquise o valor antes). Não tem dor de cabeça para comprar na hora, no máximo uma fila. Se tiver qualquer taxa adicional é perda de dinheiro.

O mesmo vale para o boleto turístico. O valor dele é S./ 130,00 e vende em vários lugares, inclusive em Sacsayhuaman.

Compre o boleto turístico. Vale muito a pena. Ele inclui quase todas as principais atrações de Cusco.

Hospedagem – Eu avalio todos os hotéis/hostels que me hospedo no Trip Advisor, este é o link do meu perfil, caso queiram saber um pouco mais sobre cada um deles.

Algumas das atrações citadas acima também estão avaliadas .

Conclusão:

Eu não usei cartão de crédito/débito em toda a viagem. Comprei três casacos, roupas/acessórios de frio, além de comida para o dia a dia, água e souvenirs, não escolhi os hostels mais baratos, só andei de táxi, comi em lugares caros (o valor dos fast foods é bem acima do que se pode pagar num prato de comida num restaurante mediano), perdi dinheiro com táxis mais caros e câmbios (muito) malsucedidos e contratei serviços desnecessários e mesmo assim, no final das contas ainda me sobraram alguns Soles. No total, essa viagem me custou menos de R$ 2.500.

Anúncios

9 Respostas para “Peru clássico: roteiro e custos detalhados de uma viagem de 10 dias a Lima, Cusco e Machu Picchu

  1. Olá,
    valeu pelas dicas…até o momento das minhas pesquisas realizadas o seu relato foi bem objetivo (ao meu desejo) para quem está planejando uma viagem para região. Para mim vai ajudar bastante no meu planejamento de viagem.
    Abraçø
    Mateus

    • Oi, Mateus.
      Obrigada!

      Eu não troquei nada em Cusco. Como fiquei dois dias em Lima, troquei todo o dinheiro de uma vez no La Nación de Miraflores. Não cheguei a ver se tem agências lá que fazem, mas no site do banco mesmo eles dão a lista com todas as agências que fazem em todo o Peru. O site não é nada intuitivo, é difícil de achar mesmo, eu perdi um bom tempo nele pra achar essa lista, mas como é o maior banco do Peru acredito que tenha em Cusco sim.

      Abraço!

  2. Olá,
    Gostei muito das suas observações e vou levá-las em consideração. Depois te conto. E de Quito, Equador, vc tem alguma dica?
    Abraço e Feliz 2015
    Nicole

  3. Oi, gostei das suas dicas muito úteis, estou indo para o Peru agora em maio/2015, você tem ideia de quanto eu gastarei por dia com alimentação almoço / jantar comendo bem, mas sem luxo? E quanto ao cambio, será facil fazer direto do real para o N.Sol? Agradeciada

  4. Oi, bom dia.
    Valeu pelas dicas, estou planejando uma viagem a Lima, passando por Cusco, Machu Picchu, até S. Pedro de Atacama, no Mês de Fev/2016.

    Grato.

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s